Livro espírita ou pseudo espírita? Saiba a diferença!

Há tempos, o livro espírita passou a ser um negócio, levando muitas editoras a explorarem esse gênero de literatura para aumentar as vendas.

Infelizmente, porém, nem todas as obras classificadas como espíritas merecem ser assim designadas, colaborando para gerar confusão em torno dos conceitos doutrinários.

Sendo assim, é essencial que saibamos identificar o que é um livro espírita e quando a obra é  pseudo espírita. Neste artigo, vamos dar dicas infalíveis para isso.

Atenção aos livros pseudo espíritas!

O prefixo pseudo é adotado para marcar algo que superficialmente parece ser algo, mas na verdade tem um sentido diferente do que diz ser. Assim, o tempo pode representar coincidência, imitação, engano intencional ou uma combinação dos mesmos

Dessa forma, chamamos de livros pseudo espíritas, as obras que são catalogadas como Espíritas, mas na verdade têm contradições quando analisadas à luz da Codificação Espírita.

Como exemplo, podemos citar:

  • Umbanda tratada como Espiritismo usando citações de Kardec para autenticá-las;
  • Auto-Ajuda disfarçada de conceito doutrinário, com frases e conceitos banais que nem de longe traduzem a grandeza doutrinária;
  • Exploração de temas atuais e/ou polêmicos – que preocupam as pessoas – para vender livros e, de quebra, passar conceitos errôneos. Podemos citar a pandemia da Covid-19, por exemplo, que tem sido tema de mensagens nem sempre pautadas nos fundamentos espíritas;
  • Uso de nomes conhecidos para tentar legitimar conceitos distorcidos e pessoais.

Não queremos criticar nenhuma dessas obras ou autores, mas apenas frisar que se não forem coerentes com os ensinos contidos nas obras de Allan Kardec, não tratam-se de livros espíritas – simples assim!

Ao ler qualquer livro espírita é preciso comparar com os fundamentos doutrinários e, havendo contradição, ficamos com Kardec. Dependendo do nível de erros, podemos dizer que é uma obra pseudo espírita.

Como avaliar um livro espírita?

Claro que podemos ler todos os autores e livros que têm o selo espírita, mas para ter certeza de que seu conteúdo é espírita, é preciso alguns cuidados. Veja as dicas:

  1. Ter Kardec e suas obras como base para avaliar o conteúdo – ou seja, é preciso começar a estudar as obras da Codificação Espírita;
  2. Levar em conta a universalidade das comunicações para legitimar as novidades, o que significa que um conceito novo não surge em apenas um Centro Espírita e/ou por um espírito ou médium;
  3. Utilizar o crivo da razão para aceitação de novos conceitos e para verificar se a obra corresponde ao Espírito comunicante;
  4. Avaliar qualidade do texto, qualidade gráfica e a correção do idioma;
  5. Criar grupos para avaliação de lançamentos.

Todos esses cuidados devem ser usados para avaliar, também, os livros espíritas infantis.

Codificação Espírita fundamenta o conhecimento doutrinário

Ao longo de seu trabalho, Allan Kardec, publicou cerca de 7.780 páginas, todas elas formam o que chamamos de Codificação Espírita, compondo os fundamentos da Doutrina Espírita e é preciso estudar todo esse material para conhecer o Espiritismo.

Cabe a toda Casa Espírita e todo adepto do Espiritismo realizar uma rigorosa avaliação, descartando obras e autores que conflitem com a Codificação. Essa responsabilidade vale para livro espírita disponibilizado na livraria e na biblioteca das instituições – ainda que na biblioteca possa haver obras não espíritas, desde que seja passada essa informação.

Esse cuidado em separar o que é um livro espírita do que não é, torna-se essencial para mantermos a coerência do Espiritismo. Sobre esses cuidados, o próprio Codificador já alertava em artigo da Revista Espírita, de agosto de 1867.

“Vereis se formarem reuniões espíritas, cujo objetivo confessado será a defesa da doutrina, e cujo objetivo secreto será a sua destruição; supostos médiuns que terão comunicações encomendadas, adequadas ao fim a que se propõem; publicações que, à sorrelfa (escondido) do Espiritismo, se esforçarão para o demolir.”

Agora que você já sabe como identificar um livro espírita e um pseudo espírita, saiba um pouco mais sobre obras:

O Livro Espírita

O Céu e o Inferno ou a Justiça Divina segundo o Espiritismo

 

Deixe uma resposta