Estudo do Espiritismo, à distância ou presencial, amplia nossa visão sobre a vida

Que tal incluir em seus objetivos o estudo do Espiritismo, à distância ou presencial? Conhecida como fé raciocinada, a Doutrina Espírita oferece explicações que permitem encarar os desafios da vida, dando maior fortalecimento e equilíbrio.

Saiba porque o conhecimento espírita é tão importante!

Por que estudar o Espiritismo?

Todos nós sabemos que o mundo atual pede atualização constante. As melhores oportunidades de trabalho estão reservadas aos que estão sempre refinando suas qualificações. Além de curso (superior, técnico ou equivalente), há que se aprender um segundo idioma, ter domínio em informática, etc. Sem esses cuidados, o profissional fica rapidamente ultrapassado e com menores chances de obter boas posições.

O mesmo se dá em relação ao conhecimento espírita. Há muitas obras a serem estudadas, meditadas, discutidas e as principais para o estudo do Espiritismo, à distância ou presencial, são aquelas que formam sua base, surgidas a partir da pesquisa do Codificador Allan Kardec.

O conhecimento desse conteúdo permite construir nossa forma de entender a Doutrina que escolhemos para nossas vidas. E, assim, vamos aprendendo, praticando a Boa Nova e nos transformando a ponto de olharmos para trás e não reconhecer a pessoa que fomos e que deu lugar a outro ser humano: mais consciente, mais equilibrado, mais feliz! Descubra você também esse prazer!

Estudo do Espiritismo no Gabi

O Centro Espírita Gabriel Ferreira oferece estudo do Espiritismo, à distância ou presencial, sem tempos pré-estabelecidos ou resumos.

Não chamamos de cursos porque essa nomenclatura passa aos participantes a impressão de que a compreensão da Doutrina Espírita tem começo, meio e fim. Além disso, temos certeza de que estudar com resumos não oferece o mesmo nível de informações obtidas com as reflexões diretamente nas obras da Codificação Espírita.

Outro ponto é que os cursos costumam ter um “Professor” e, como bem dizia Herculano Pires, em Espiritismo somos todos aprendizes – por isso, temos Coordenadores.

Não temos a intenção de criticar nenhum tipo de trabalho, todos eles dignos de nossos cumprimentos. Contudo, acreditamos que ao optar por grupos de estudo/discussão, o Gabi valoriza o ato de estudar a Doutrina Espírita. Primeiramente por demonstrar que o conhecimento espírita é algo a ser construído diariamente, sem atropelos ou prazo de conclusão. Também enfatiza que é impossível conhecer a base do Espiritismo sem estudarmos as obras de Allan Kardec – todas elas essenciais! Resumo algum tem capacidade de substituí-las.

Estudo do Espiritismo no Gabi: presencial e à distância

Em nossos grupos de estudo do Espiritismo existem coordenadores (geralmente pessoas com mais tempo de estudo doutrinário), porém também essas pessoas sabem que estão em aprendizado constante. Em outras palavras, não é alguém que sabe tudo, mas que continua a ampliar sua bagagem, também, participando do grupo.

O ambiente procura deixar todos em condições de igualdade, mais uma vez para enfatizar que todos estão ali pelo mesmo motivo e são igualmente importantes. Algumas pessoas têm receio de entrar para um grupo de discussões por se considerar muito tímida, por temer não acompanhar o estudo ou porque entende que apenas as palestras públicas são suficientes para compreender o Espiritismo.

Para elas esclarecemos que nosso grupo de estudo do Espiritismo, à distância ou presencial, é muito respeitoso à forma de cada um acompanhar / participar, sem causar constrangimentos a ninguém. Quanto à mensagem, todos têm potencial para entender – cada um no seu ritmo.

E, não, uma reunião pública não tem o mesmo alcance de um grupo fechado, ainda que seja muito importante para o aprendizado – o Gabi tem palestras online, todas as sextas-feiras, 20H15.

Vale destacar que, em virtude da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o CE Gabriel Ferreira está oferecendo estudo do Espiritismo à distância, às quartas-feiras (20-21H30).

Se após essa leitura você se interessar e desejar fazer o estudo do Espiritismo, fale conosco. Você vai gostar!

Deixe uma resposta