Princípios básicos do Espiritismo que você precisa conhecer

Conhecer os princípios básicos do Espiritismo permite ter uma ideia geral da Doutrina Espírita. Além disso, possibilita definir se a pessoa se identificou com seus conceitos a ponto de se aprofundar em seu estudo.

Assim sendo, trazemos neste artigo esses itens fundamentais. Leia, reflita e, se gostar, mergulhe na Codificação Espírita, deixada por Allan Kardec. Boa leitura!

1. Deus, o primeiro entre os princípios básicos do Espiritismo

A Doutrina Espírita ensina que Deus é a inteligência superior que criou tudo que existe no Universo, por isso, é a causa primária de todas as coisas.

Também nos lembra que a prova de Sua existência está em tudo o que não foi criado pelo ser humano. Entre eles, o homem, a natureza, os mundos, etc.

Contudo, a visão espírita afirma que Deus e Jesus não são uma só “pessoa” – como se ensina em muitas religiões. Da mesma forma, revela que o Pai criou as Leis Divinas e que elas regem o Universo.

Aquela ideia de um ser vingativo, que deseja ser adorado ou, ainda, que possui outras características humanas não existe nos princípios básicos do Espiritismo.

2. Existência e sobrevivência do Espírito

Criados por Deus, não sabemos quando e como, os Espíritos povoam o plano material e espiritual. Seu objetivo é a evolução, por seus próprios méritos e escolhas. Sua evolução será mais ou menos lenta, mediante suas escolhas – escolhas acertadas levam a um maior avança no aprendizado.

Contudo, independentemente do tempo que cada um precisa para seu crescimento, todos chegarão ao estágio maior.

De acordo com os princípios básicos do Espiritismo, contidos nas obras base, o Espírito é imortal, sobrevivendo à morte física – que é certa para  todos.

Vale lembrar que há diferentes ordens  de Espíritos, desde os que estão em início de aprendizado até os mais adiantados, e que é possível a comunicação entre os dois planos, mediante o chamado fenômeno mediúnico. Ou, então, durante o momento de emancipação da alma – quando dormimos, por exemplo.

3. Reencarnação: mais um dos princípios básicos do Espiritismo

Chegamos ao terceiro dos  princípios básicos do Espiritismo: a reencarnação. Ainda que outras doutrinas acreditem e ensinem sobre as múltiplas existências carnais, a Doutrina Espírita tem pontos específicos a respeito. O primeiro deles ensina que sempre reencarnamos como seres humanos, nunca como animais.

Isso acontece porque o Espírito não retrocede jamais. Portanto, não seria lógico viver na condição de um ser irracional.

Além disso, também explica que não existe um limite de existências a serem vividas. Cada Espírito reencarna a quantidade de vezes necessárias para atingir sua evolução. Nessa caminhada, vive como homem e mulher, sendo rico ou pobre, enfim, vive em condições diversas para que possa aprender diversas experiências.

Também pode nascer em mundos variados, condizentes com suas necessidades de aprendizado. De modo geral, os Espíritos renascem junto a outros Espíritos com quem convive há muitas encarnações.

Ou seja, as famílias quase sempre reúnem seres que já se conhecem, tendo desenvolvido relacionamentos positivos e, em alguns casos, negativos. Esse retorno permite que possam se ajudar no crescimento e/ou aparar arestas passadas.

Esse é um dos princípios básicos do Espiritismo mais conhecidos. Ele também é essencial para reforçar a Justiça Divina. Pois, se houvesse só uma existência, todas as diferenças existentes entre os seres, revelaria injustiça.

Contudo, quando entendemos que nossas escolhas constroem nosso caminho e que reencarnamos em várias situações, então, compreendemos que Deus ama todos os Seus filhos de forma igual.

4. Pluralidade dos mundos habitados

O estudo da Doutrina Espírita nos ensina que a Terra não é o único mundo habitado. Em um Universo de tamanho incalculável, por que somente o Planeta Terra seria habitado?

Assim, cada um dos mundos povoados possui suas próprias características, tendo os mais elevados que a Terra, menos evoluídos e similares.

5. Penas e Gozos Futuros

Chegamos ao quinto dos princípios básicos do Espiritismo citados aqui. Ele revela o que encontramos no pós-morte física.

Segundo a Codificação Espírita, nossa vida no Plano Espiritual é uma consequência direta do que fomos na vida terrena. Livres da carne, nossa consciência se ressentirá dos equívocos praticados e terá os benefícios do bem semeado.

Porém, daremos continuidade ao nosso aprendizado e teremos oportunidades de reparar erros, praticando o amor.  Locais para sofrimento ou para o ócio eternos não existem nos ensinamentos espíritas.

 

Se você gostou de conhecer estes 5 princípios básicos do Espiritismo, te convidamos a navegar no Blog do Gabi – Centro Espírita localizado na Vila Maria, zona norte de São Paulo – e acessar outros conteúdos sobre a Codificação Espírita.

Para começar sugerimos a leitura do artigo:

Separação momentânea ou perda de entes queridos?

Deixe um comentário